Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaYoshiko Sano › Minha história

Yoshiko Sano

São Paulo / SP - Brasil
100 anos, Aposentada

Onda Verde e Osasco


Casamos em 1940 e fomos morar com a minha sogra e cunhados e suas respectivas famílias. Não sei como cabia todo mundo naquela casa. Eu tinha vinte anos de idade e dois enteados-sobrinhos (Kazue – 2 anos e Plínio – um mês). O Plínio, teve Mal de simioto (de simio = macaco) é o nome popular, em algumas regiões do Brasil (MT, MS, GO) da desnutrição causada em crianças pequenas por alergia ao leite de vaca ou a incapacidade de digerir o mesmo. A doença aparece normalmente quando o aleitamento materno é substituído por leite de vaca em pó. Muitas vezes o intestino de um bebê não produz as enzimas necessárias a digerir a lactose de origem animal. Normalmente desaparece com a volta ao aleitamento materno ou por ama-de-leite ou substituição por outro tipo de alimento a critério médico. A desnutrição é uma doença de causada por dieta inapropriada, hipocalórica e hipoprotéica; também pode ser causada por má-absorção ou anorexia. Tem influência de fator social, psiquiátrico ou simplesmente patológico, dos seis meses aos quatro anos, minha irmã estava ruim da cabeça, às vezes dava de mama e às vezes não dava. Ele nasceu forte, mas ficou pele e osso, até que uma noite o médico disse, se ele conseguir tomar água a noite toda, ele tem chance de sobreviver. Quando eu o pegava no colo, nem o sentia mais… Ele sobreviveu e hoje está com 67 anos.
Depois de um tempo, os irmãos do meu marido foram para Fernandópolis, verifique a história que meu cunhado conta em http://japao100.abril.com.br/perfil/313/ . Nós ficamos em Onda Verde para tomar conta da casa. Mas, não demorou muito, nos mudamos para Osasco.
Meu irmão morava e tinha um armazém em Osasco. Viemos passear e vimos um terreno que estava a venda e acabamos comprando.
Em 1956, o Plínio, meu enteado com dezesseis anos, veio antes para construir o armazém. Depois nós viemos, eu, meu marido (Tsunehiro Sano), minha enteada (Carmem Kazue), meus filhos (Mário Tsuneyoshi, Bernardo Tsuneyo, Helena Hiroko, Natalino Yoshitsune e Alice Tomie).
O armazém era de secos e molhados, vendia atacado e varejo, tinha muita variedade. Atendíamos uma grande redondeza, tudo na bicicleta e no carrinho de mão, tínhamos uma frota de bicicletas, as entregas eram feitas pelo meu enteado e meus filhos, enquanto os menores estavam na escola. O meu irmão Saburo vendeu seu armazém e se mudou para outro bairro, cobrimos a região toda. Se pensar em como era a vida das crianças antigamente. Hoje, é tudo bom demais!
Eu ajudava no armazém, cuidava das crianças, fazia comida, eu assava seis frangos e acabava tudo em um dia. Trabalhávamos muito, minha perna é ruim porque fiquei em pé demais.


Enviada em: 17/02/2008 | Última modificação: 17/02/2008
 
« As mais fracas Casamento com o meu cunhado »

 

Comentários

  1. Sayuri @ 17 Fev, 2008 : 21:31
    Batian, contar sua história para o mundo foi demais! A partir do momento em que o Kazushi deu a idéia, eu não via a hora dela ficar pronta e espalhar para todos essa GRANDE MULHER que a Batian é! A entrevista foi ótima! O entusiasmo com que a Batian contou tudo foi excelente! As fotos que retiramos do acervo do meu pai e da tia Tomie me fez... como posso explicar... sentir orgulho... descobrir minha origem... conhecer a minha raiz... me descobrir! Batian, agradeço por todos... e principalmente por mim... a oportunidade de estar vivenciando o quão FORTE e FELIZ que a Batian é... Sempre me orgulhei da sua LUZ e da sua ALEGRIA... Aprendi muito com a Batian... Arigatou! Sayuri

  2. Sílvio Sano @ 17 Fev, 2008 : 22:38
    Batian, apenas pelo que já tinha passado no início de Brasil, igual a muitos outros patrícios, 大変ご苦労様でした!! Mas, lendo sua história e, sabendo só agora sobre essa sua constante vontade de aprender... e, principalmente, FAZER... e mais ainda, sempre com muita ALEGRIA, sem pestanejar aos convites (até mesmo hoje!!), quero deixar aqui as minhas homenagens e o orgulho de fazer parte da mesma árvore genealógica, essa a mesma que tem também uma Sayuri, que fez isso acontecer. A senhora é mais um exemplo de que a 4ª idade realmente existe, como bem prega o meu amigo Paulo Nogami, também presente neste site.

  3. Patricia Yonea @ 18 Fev, 2008 : 03:02
    Minha Batianzinha querida. Sempre gostei de ouvir suas historias e ensinamentos, misturando a lingua japonesa, com a portuguesa. Disse uma vez, que "cada um, e cada um" e temos que aceitar as diferencas, para vivermos harmoniosamente, sem magoas. Por isso, ela e feliz e transmite sua sabedoria como um exemplo, para quem quer estar de bem com a vida. E muito vaidosa, carinhosa e delicada; uma Batianzinha apaixonante. Beijinhos, com muitas saudades...PATTY.

  4. Evandro @ 18 Fev, 2008 : 20:07
    Totemo kireina hanashi deshita! Parabéns Yoshiko Sano, pelo texto bem escrito e comovente. A história de pessoas como você, que batalharam muito e nunca desistiram, chegando até os dias de hoje cheia de disposição e vontade de viver, é um verdadeiro exemplo para todos os jovens. Fico muito feliz de ter lido a sua história e, pode ter certeza que tirei um grande proveito dela! Mais uma vez, parabéns!

  5. Tsuneharu 25 fev. 08 @ 25 Fev, 2008 : 22:08
    Lendo sua história confesso que fiquei com os olhos marejados. A dedicação que teve com seus enteados Kazue e Plinio e sou testemunha disso, foi impar ! Bem merece estar vivendo a vida atual que é estar com saúde , feliz e ter eta LIBERDADE preciosa ! Um abraço forte. Muitos anos de vida.

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados