Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaMari Kanegae › Minha história

Mari Kanegae

São Paulo / SP - Brasil
63 anos, artista plástica e professora de origami

Origens e destinos


Meus pais sempre me apoiaram em minhas escolhas artísticas, e sou muito grata, pois sei que isso, às vezes, não acontecia em algumas famílias. Eles são bem tradicionais, mas nunca me proibiram de fazer nada. Sempre tive muitos amigos descendentes e não-descendentes, e quando a gente é criança, acaba comparando nossos pais com os pais não-orientais. Com o tempo percebemos que o amor é igual, só a forma de manifestar é diferente. Nós somos mais contidos, menos espalhafatosos.

Meus avós gostavam de arte, poesia. Meu pai costumava pintar, eu sempre incentivo ele a praticar, agora que já se aposentou. A primeira vez que meus avós viajaram de avião foi do Japão para o Brasil. Eles ficaram em casa e adoraram! Foram muito bem recebidos por nós e pelos amigos dos meus pais. Fico emocionada quando lembro disso… Meu avô queria conhecer Brasilia, e meu pai dizia que, para entender a imensidão do Brasil, não adiantava ir de avião. Acabaram indo de ônibus! Levamos eles para Foz do Iguaçu (PR) também, e meu avô fez um raikai (poema) sobre aquelas cascatas, foi tudo muito bom.

Quando voltaram para o Japão, estavam maravilhados. Lá as casas são muito pequeninas, e na nossa aqui havia banheiro da empregada, banheiro no quarto da minha mãe, eles diziam “nossa, mas tem um mooonte de banheiro!” (risos). Mas aqui éramos só classe média, normal. Duas tias minhas por parte da minha mãe também vieram, amaram, teve uma que queria largar tudo e vir morar no Brasil.

Depoimento ao jornalista Leonardo Nishihata
Fotos: Carlos Villalba e arquivo pessoal de Mari Kanegae


Enviada em: 05/03/2008 | Última modificação: 04/06/2008
 
« Identidade pessoal Dobraduras orientais »

 

Comentários

  1. Sílvio Sano @ 6 Mar, 2008 : 19:52
    Olá, Mari-san. Que bom que vc tb está por aqui para poder mostrar, com sua forma espontânea de ser, que o origami não é apenas uma dobradura de papel. O exemplo com as crianças carentes e seus pais é prova disso. Sem contar a criatividade das mesmas. Mas a sua postura na relação com o aluno é que me chamou a atenção porque, muitas vezes, troca de posição com ele, interage mesmo. Ou seja, o aprender é uma constante em sua vida. Por isso considero que a sua criatividade incrível, a grande variedade de obras e as formas como as apresenta são apenas conseqüências. E daí porque tenho a certeza de que a exposição do origami no Anhembi vai acontecer, sim! "Sugoku kitaishiteruyo!" Abraços

  2. Tereza Yamashita @ 14 Mar, 2008 : 14:58
    Oi, Mari. Muito legal a sua história! Adorei ter aulas de origami com você. Beijos e saudades. Tereza Yamashita

  3. Maité Kulesza @ 26 Mar, 2008 : 09:25
    Oi, Mari! Que bom ouvir um pouco mais da sua história e confirmar o porquê da sua simplicidade. Trago sempre comigo o que o que aprendi da alegria de dobrar papel com vc e a Alice... Beijocas com saudades

  4. Carminha @ 21 Abr, 2008 : 22:49
    Oi Mari, que bom te conhecer melhor. Estou fazendo minha monografia sobre a aplicabilidade do origami na educação e estou lendo vários textos seus. Abraços Carminha http://mcmgarcia11.blogspot.com/

  5. alzira cattony @ 10 Mai, 2008 : 17:07
    Mari, você mora no meu coração, apesar de não ser descente de japoneses, foram suas aulas que me fizeram apreciar a cultura japonesa. Hoje o origam faz parte da minha vida a tal ponto que vou fazer três exposições para comemorar o Centenário da Imigração japonesa. E o me deixa muito feliz é que tenho o direto de usar o Selo do Centenário. Muito obrigada. Alzira

  6. nilza @ 19 Jul, 2008 : 18:39
    Grande admiradora da arte de fazer origami. Gostaria de saber como receber noticias de exposições e pessoas que praticam essa arte. Sou de São Paulo ,bairro do Brookilin. meu email para contato é nilzaornelas@yahoo.com.br

  7. Solange Rodrigues Borges Tex @ 7 Ago, 2008 : 22:51
    Oi Mari!É honroso dizer que já fui sua aluna,por você ser essa pessoa maravilhosa,e a cima de tudo uma grande Mestra de Origami.Beijos e muito sucesso.Sol Tex

  8. juliana kanegae @ 15 Mai, 2009 : 09:38
    oi mari, talvez nos sejamos parentes........ boa a sua historia fik com Deus

  9. grabriel @ 30 Jun, 2009 : 09:38
    buceta gostosa do mundo inteiro

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados