Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaPaulo Soichi Nogami › Minha história

Paulo Soichi Nogami

São Paulo
97 anos, engenheiro

Língua e cultura japonesas


Quando criança e adolescente, eu estudava a língua japonesa. Com a guerra, houve a interrupção. Continuei mantendo interesse, mas não pude mais me dedicar ao idioma, em razão dos estudos curriculares e do exercício da profissão. A chama, entretanto, não havia se apagado. Com 69 anos, ingressei no curso de japonês da Aliança Cultural Brasil-Japão, onde estudei com extrema dedicação por quatro anos seguidos, até concluir o nível intermediário.

Quis conhecer o Japão, quando já tinha perdido meus pais e, portanto, o elo com o país. Com os conhecimentos que tinha adquirido, consegui comunicar-me com um dos primos e parti para lá. Visitei parentes e percorri o país de norte a sul, para ter uma visão global de sua geografia, de sua gente e de suas realizações.

Meu filho e uma das minhas filhas também puderam conhecer o Japão, quando foram contemplados com bolsas de treinamento oferecidos pela JICA, a agência japonesa de cooperação internacional. O contato que eles tiveram com o país, permitiu-lhes não só atualizar e ampliar conhecimentos profissionais, mas, sobretudo, reconhecer e valorizar diferentes aspectos da cultura japonesa.


Enviada em: 08/11/2007 | Última modificação: 09/11/2007
 
Trajetória »

 

Comentários

  1. Sílvio Sano @ 2 Dez, 2007 : 12:37
    O prof. Nogami, 84, tanto quanto os avós, que vieram ao Brasil 2 anos antes do Kasato Maru (e para ficar!), é também um pioneiro. Aliás, pela primeira vez, ouvi dele o termo 4ª idade e, plenamente justificado, baseado no francês (quatre-vingts), em que essa idade, portanto, iniciaria aos oitenta. O plenamente justificado não é por essa razão técnica, mas pelas inúmeras atividades que ainda pratica com perseverança. A saber: leitura, escrita (prepara novo livro), piano, pintura, escrita japonesa (“shodô”), língua francesa, karaokê, dança, fotografia, turismo “solo” ou em grupo, etc.; além de ser um emérito “navegador” da Internet. Para se locomover de uma para a outra, dessas atividades, o faz dirigindo, ele próprio, o seu veículo. E, lógico, cuida bem da saúde. É metódico, mas, principalmente, aplicado. Todas as suas regrinhas para alimentação e exercícios físicos também estão em seu livro “Caminhos e Trilhas”. O prof. Nogami é um exemplo de que o degrau acima, e à frente, sempre existe, sim, mas... a superar... se se quiser chegar ao Paraíso!

  2. Yassuda Renato @ 9 Jan, 2008 : 18:49
    Prezado sr. Paulo Nogami; O senhor não imagina a surpresa e satisfação de poder lhe enviar esta mensagem. Sou neto de Ryoichi Yasuda, que veio junto com se avô, o sr. Saburo Kumabe, em 1906 para o Brasil. Conheço toda a história de sua família e mesmo sem ter conhecido pessoalmente seu pai, Yutaka Nogami, sempre cultivei uma grande admiração por ele,pois me disseram que ele era uma pessoa de grande bondade. Por favor, leia meu relato de vida, pois cito diversas vezes seu honorável avô. Estarei sempre a sua disposição para conversar e trocarmos informações, afinal nossos ancestrais vieram da mesma província e sofreram as mesmas angústias e dificuldades. Por outro lado, tiveram diversas alegrias e vitórias, como perpetuar sua história através de seus descendentes. É extremamente gratificante poder trocar idéias com o descendente de um amigo de meu avô. Muito obrigado. Renato Yassuda

  3. luiz ishida @ 27 Jan, 2008 : 22:22
    Dr. Nogami: Exemplo de vida a ser imitado em toda a sua amplitude. Metódico e ciente de seu objetivo, procura aprender continuamente, mantendo o seu cérebro em constante atuação. Cultiva o seu diário até os dias de hoje, que serve de base para os seus inúmeros relatos de grande valia para quem gosta de história. Seria interessante publicar , aqueles que já nos foram oferecidos e que "devoramos" rapidamente os ensinamentos experimentos. Luiz Ishida

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados