Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaCristiane Yuri Nakata › Minha história

Cristiane Yuri Nakata

/ SP - Brasil
37 anos,

A história de um Magoiti (...) Marui [Kumamoto - SP]


Um garoto órfão, órfão chamado Magoiti, Magoti talvez Yamasaki, Yamazaki...

Não sabendo ao certo, pois a história ficou guardada entre retratos e no silêncio da minha batyan.

Veio ao Brasil, como um filho de um casal, o casal Marui... a mesma família do hotel na Móoca, que tiveram outros filhos Marui, os mesmos Marui's de alguns empreendimentos hoje em São de Bernardo que apenas ouço, não os ví...

Veio ao Brasil, e com a minha batyan Honda, tiveram 4 filhos 'Honda Marui' em Penápolis, casa de pau-a-pique.. Eu vejo o retrato, e parece alegre quando treinando kendô, um verdadeiro kenshi, com uma espada de samurai na mão, parece um samurai do Japão feudal.

Humm, Ele fazia docinhos.. com o açúcar, fazia aqueles pirulitos coloridos... Devia ser bom, mas decidiu tentar a vida em outro lugar.

Veio para a capital, e minha batyan permaneceu por lá, cuidando das crianças e apenas um retrato, que enviou assim que chegou, ele está de mala e no fundo vejo o viaduto do chá.. mas depois as cartas não eram mais respondidas.. cartas e cartas sem resposta, então ela Tatsue Honda Marui decidiu vir para São Paulo...

Veio buscar notícias e não encontrou respostas... apenas uma carta de despedida, que está lá em casa, não a lí... Mas sei que pede para ela ser forte, para cuidar das crianças, e assim o fez...

Minha mãe tinha 7 anos e ele já não estava entre nós, na época a tuberculose o levou embora... o levou e nos trouxe, e como nessa vida nada é por acaso, é por ele que estamos em São Paulo. Esse lugar que eu amo de coração...

Nunca o ví além de retratos, nunca ouví além de relatos, mas fica aqui uma história de alguém que fez parte de nossa história... Marui.


Enviada em: 25/07/2008 | Última modificação: 13/05/2010
 
Palavras à minha batyan Tatsue Honda Marui [Kumamoto - 1924 + SP - 2007] »

 

Comentários

  1. Takeshi Misumi @ 18 Jul, 2008 : 19:53
    Oi Cris, Fiquei muito contente por você ter visitado meu blog. Obrigadão pelas suas palavras. Desde que li este relato sobre sua ba-tian, estou para fazer um comentário. Fui deixando, deixando... Mas, hoje tenho que pagar a minha dívida. O texto sobre sua avô me emocionou. As palavras fluem poeticamente. Parecem compor um haiku. Com certeza a musa inspiradora (sua avó) te ajudou muito. Percebe-se quanta garra ela tinha. Observa-se toda a riqueza de espírito de que ela era dotada. Porém, a escritora soube retratar muito bem tudo que a personagem emana. Aliás, já conhecia o seu estilo de escritora que você é desde os tempos do Falcão, quando você me ajudou muito a manter o nosso Informativo circulando mensalmente. É muito bom poder conversar novamente com você, mesmo que seja virtualmente. Um grande abração.

  2. nelson sinzato @ 20 Jul, 2008 : 21:42
    Cristiane, que belíssimo exemplo sua batyan deixou. A você, parabéns pelo reconhecimento e pela iniciativa de homenagea-la, contando sua história.

  3. Renato Yassuda @ 21 Jul, 2008 : 15:46
    Prezada Cristiane; Parabéns pela bonita e digna homenagem a sua batyan.Fico feliz de descobrir que ela veio da mesma provincia de minha batyan, Shiduno-san. Com certeza a fibra, tenacidade e amor a família são os tesouros que recebemos de nossos honrados antepassados e que devemos preservar para nossos descendentes.Se puder, por favor leia meu relato neste site. Ficarei grato. Saúde e Paz. Atenciosamente; Renato Yassuda

  4. yuri cesar silva @ 21 Jul, 2008 : 17:59
    eu acho esse nome è lindo e è um nome diferente sempre è um nome importente, quando alguem pergunta seu nome e vc responde yuri todos dizem nossa que nome bonito. Esse nome e + q d+ è belo pra sempre yyyuuurrriii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! infinitamente yuri!

  5. Japa Loko @ 23 Jul, 2008 : 11:06
    Gostei de ler tua história e da homenagem prestada a tua batian. Ela deve ter deixado muita saudade. Também deixou um belo exemplo de vida. Teu texto é dez, gata. Um abraço.

  6. Antonio Minoru Katayama @ 24 Jul, 2008 : 16:39
    Prezada Cristiane "Fez da vida uma poesia, um haiko, sentou na sombra vendo o mar mudar de cor, ergueu um lar, viu seus filhos crescerem, casarem, terem filhos e cuidou de cada um de seus netos com amor". Belíssimas palavras que nos conduzem ao âmago de toda mulher... que só uma mulher poderia tê-las tão bem escrito! Parabéns. Minoru Katayama

  7. Ricardo Honda Marui @ 13 Ago, 2008 : 14:43
    Yuri, li o seu texto agora. Muito bonita e emocionante! Nem eu sabia tanto assim do nosso avô como você! Parabéns! Compartilha com os outros da familia.

  8. Mario Katsuhiko Kimura @ 17 Mar, 2010 : 10:12
    Cristiane Yuri Nakata Parabéns pela iniciativa de homenagear seus avos, feita com grande maestria, em poucas linhas soube retratar os informes cheios de emoção, mostrando a vida pregressa de seus antepassados, sofrida, vencida com galhardia e legados deixados para os seus descendentes. A protagonista ensina-nos que para escrever bem não precisa escrever muito, ratifico os comentários elogiosos feitos pelos meus antecessores. Parabéns mesmo.

  9. MARUI, MARIO HIROCI @ 1 Nov, 2010 : 14:30
    Oi Cristiane Yuri Nakata, sou Mario Hiroci Marui, filho de Otokichi Marui, falecido, irmão mais novo da familia de 4 irmãos Marui, que em 05/jul/1928, no navio KASATO MARU, aportaram em Santos em 1928 e foram se estabelecer em Penápolis-Sp e trousseram, não sei bem por que e como, o seu avô MAGOITI, então um adolescente, como "agregado" da familia e que passou a adotar o nome Marui. Gostaria de iniciar e manter contatos. mhmarui@ig.com.br 11.45932028-itupeva-sp

  10. MARUI, MARIO H @ 1 Nov, 2010 : 14:43
    Oi RICARDO HONDA MARUI, as mesmas palavras, sentimentos e desejos dirigidos a C YURI. favor contactar-me.

  11. MARUI, MARIO H @ 1 Nov, 2010 : 15:08
    Oi C YURI e RICARDO, os Marui's de Penápolis e de Itupeva e de SPaulo e de S Bernardo e de Campinas são da nossa família, que é grande!!!!

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados