Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaCristiane Yuri Nakata › Minha história

Cristiane Yuri Nakata

/ SP - Brasil
36 anos,

Palavras à minha batyan Tatsue Honda Marui [Kumamoto - 1924 + SP - 2007]


Sentir e conseguir falar de amor são as melhores emoções da vida. O amor pode todas as coisas. Por ele, enfrentamos o mundo, mudamos o rumo, fazemos sacrifícios... enfim, há tanto para se falar...
do amor, da vida, dos sonhos de uma pessoa que é tão importante na nossa vida...

Desde o momento em que pisou nessas terras
foram batalhas travadas em silêncio * cuidar bem das crianças com a difícil missão de sobreviver*
em um país onde os costumes, a língua, a cultura eram tão diferentes
(Puxando uma enxada, cheio de terra vermelha e suor)...

Talvez a história não fosse diferente da vida de muitos imigrantes,
Se não fosse a garra que teve ao sustentar seus quatro filhos sozinha,
Mesmo se vendo sem marido tão cedo.
Transcendeu suas limitações.

Quando foi preciso, se levantou e recomeçou.

Não foi fácil não é mesmo?

Mas foi a garra que a fez uma pessoa mais forte,
A força de vontade que deu-lhe coragem de continuar crescendo,
A coragem e a fé inabalável, a fizeram enfrentar estes problemas e prosperar.
A força de tornar real o objetivo.

Fez da vida uma poesia, um haiku, (sentou na sombra vendo o mar mudar de cor), ergueu um lar, viu seus filhos crescerem, casarem, terem filhos e cuidou com amor cada um de seus netos; “Tem que ser doutora”, dizia, fazia um manjú com ancô e moti igual ninguém, brigava quando era preciso, mas orava todo dia citando o nome de cada um da família.

E se hoje estamos onde estamos, pode ter certeza, foi a mesma garra, coragem, força, fé e amor que nos trouxeram a certeza de que é preciso continuar prosperando e crescendo, assim como nos ensinou e serviu de exemplo.

Nós, netos e filhos, é quem agradecemos por tudo que nos deu e por nada que nos pediu em troca.

Arigatô, batyan....

(03/2008 - 1 ano de falecimento)

ps: Os versos entre () foram retiradas de poesias que ela mesmo tinha escrito - Haiku, e entre ** escritos pelo meu dityan na última carta.


Enviada em: 22/11/2009 | Última modificação: 13/05/2010
 
« A história de um Magoiti (...) Marui [Kumamoto - SP]

 

Comentários

  1. Takeshi Misumi @ 18 Jul, 2008 : 19:53
    Oi Cris, Fiquei muito contente por você ter visitado meu blog. Obrigadão pelas suas palavras. Desde que li este relato sobre sua ba-tian, estou para fazer um comentário. Fui deixando, deixando... Mas, hoje tenho que pagar a minha dívida. O texto sobre sua avô me emocionou. As palavras fluem poeticamente. Parecem compor um haiku. Com certeza a musa inspiradora (sua avó) te ajudou muito. Percebe-se quanta garra ela tinha. Observa-se toda a riqueza de espírito de que ela era dotada. Porém, a escritora soube retratar muito bem tudo que a personagem emana. Aliás, já conhecia o seu estilo de escritora que você é desde os tempos do Falcão, quando você me ajudou muito a manter o nosso Informativo circulando mensalmente. É muito bom poder conversar novamente com você, mesmo que seja virtualmente. Um grande abração.

  2. nelson sinzato @ 20 Jul, 2008 : 21:42
    Cristiane, que belíssimo exemplo sua batyan deixou. A você, parabéns pelo reconhecimento e pela iniciativa de homenagea-la, contando sua história.

  3. Renato Yassuda @ 21 Jul, 2008 : 15:46
    Prezada Cristiane; Parabéns pela bonita e digna homenagem a sua batyan.Fico feliz de descobrir que ela veio da mesma provincia de minha batyan, Shiduno-san. Com certeza a fibra, tenacidade e amor a família são os tesouros que recebemos de nossos honrados antepassados e que devemos preservar para nossos descendentes.Se puder, por favor leia meu relato neste site. Ficarei grato. Saúde e Paz. Atenciosamente; Renato Yassuda

  4. yuri cesar silva @ 21 Jul, 2008 : 17:59
    eu acho esse nome è lindo e è um nome diferente sempre è um nome importente, quando alguem pergunta seu nome e vc responde yuri todos dizem nossa que nome bonito. Esse nome e + q d+ è belo pra sempre yyyuuurrriii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! infinitamente yuri!

  5. Japa Loko @ 23 Jul, 2008 : 11:06
    Gostei de ler tua história e da homenagem prestada a tua batian. Ela deve ter deixado muita saudade. Também deixou um belo exemplo de vida. Teu texto é dez, gata. Um abraço.

  6. Antonio Minoru Katayama @ 24 Jul, 2008 : 16:39
    Prezada Cristiane "Fez da vida uma poesia, um haiko, sentou na sombra vendo o mar mudar de cor, ergueu um lar, viu seus filhos crescerem, casarem, terem filhos e cuidou de cada um de seus netos com amor". Belíssimas palavras que nos conduzem ao âmago de toda mulher... que só uma mulher poderia tê-las tão bem escrito! Parabéns. Minoru Katayama

  7. Ricardo Honda Marui @ 13 Ago, 2008 : 14:43
    Yuri, li o seu texto agora. Muito bonita e emocionante! Nem eu sabia tanto assim do nosso avô como você! Parabéns! Compartilha com os outros da familia.

  8. Mario Katsuhiko Kimura @ 17 Mar, 2010 : 10:12
    Cristiane Yuri Nakata Parabéns pela iniciativa de homenagear seus avos, feita com grande maestria, em poucas linhas soube retratar os informes cheios de emoção, mostrando a vida pregressa de seus antepassados, sofrida, vencida com galhardia e legados deixados para os seus descendentes. A protagonista ensina-nos que para escrever bem não precisa escrever muito, ratifico os comentários elogiosos feitos pelos meus antecessores. Parabéns mesmo.

  9. MARUI, MARIO HIROCI @ 1 Nov, 2010 : 14:30
    Oi Cristiane Yuri Nakata, sou Mario Hiroci Marui, filho de Otokichi Marui, falecido, irmão mais novo da familia de 4 irmãos Marui, que em 05/jul/1928, no navio KASATO MARU, aportaram em Santos em 1928 e foram se estabelecer em Penápolis-Sp e trousseram, não sei bem por que e como, o seu avô MAGOITI, então um adolescente, como "agregado" da familia e que passou a adotar o nome Marui. Gostaria de iniciar e manter contatos. mhmarui@ig.com.br 11.45932028-itupeva-sp

  10. MARUI, MARIO H @ 1 Nov, 2010 : 14:43
    Oi RICARDO HONDA MARUI, as mesmas palavras, sentimentos e desejos dirigidos a C YURI. favor contactar-me.

  11. MARUI, MARIO H @ 1 Nov, 2010 : 15:08
    Oi C YURI e RICARDO, os Marui's de Penápolis e de Itupeva e de SPaulo e de S Bernardo e de Campinas são da nossa família, que é grande!!!!

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados