Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaToshi Hara › Minha história

Toshi Hara

Nagano / Nagano-Ken - Japão
120 anos, do lar

Uma grande Família


Fazendo parte da tradição japonesa, a “Batiam” viveu sempre com o filho mais velho, Sohiti Hara que casou-se com a issei Harue Yaeda, a nora que viveu 56 anos juntas, tendo um relacionamento de mútua ajuda.

Muda-se para Parapuã, que além do cultivo do café, tinha um viveiro, onde vendia plantas ornamentais e frutíferas, mudas de café, enxerto de plantas cítricas.

Na plantação de café,os filhos menores eram carregado nas costas, enquanto aravam a terra, colhiam os grãos de café, peneiravam e secavam em grandes terreiros. Como qualquer imigrante, batalhou e sofreu muito, tendo como comunicação principal, os gestos que diferentemente da sua terra, tinha significados diferentes

Para tentar oferecer estudos para os filhos e netos, muda-se para S.Paulo, chegando a viver com 18 pessoas na mesma casa.

Para nós, a “grande família” a figura de Toshi Hara foi muito importante,onde o respeito aos mais idosos foi preservado, a lealdade e a honestidade ocupavam os espaço em cada minuto vivido. Como ela dizia: “eu tenho 10 filhos, tudo casado e honesto”

Os seus 10 filhos:Tomiko Gondo, 88 anos; Sohiti Hara, 85 anos; Namie Tan, 82 anos; Yayoe Tan, 81 anos; Ikie Muramatsu, 79 anos; Takako Yaeda, 77 anos; Schodi Hara, 74 anos; Sogiro Hara, 71 anos; Diogo Hara, 68 anos; Tojiro Hara, 66 anos, todos vivem com saúde, esperançosos de que a predisposição genética seja um fator da longevidade.

Por causa de sua lucidez invejável e também pelos relatos da nora Harue Yaeda, que também viveu as experiências de uma imigrante que trilhou praticamente os mesmos passos,com muita luta e sofrimento, pudemos resgatar um pouco de sua história, antes do final de seus dias..

Falava o essencial,ditas com muita profundidade e sabedoria no momento certo, fazia com que suas palavras como “arigatô!”; “ é preciso respeitar”; “está tudo muito bom”; “não fale mal do próximo, antes de olhar para si mesmo” calasse profundamente as pessoas que a rodeavam. E com isso , conseguiu ser respeitada e amada por todos, deixando a sensação, para nós, que o tempo que ela viveu foi muito curto.

Viveu 89 anos no Brasil, amando e considerando este país como sua terra, com a palavra: “valeu a pena ter vivido”.


Enviada em: 07/05/2008 | Última modificação: 07/05/2008
 
« Tempos difíceis De volta ao Japão após 60 anos »

 

Comentários

  1. Mauro @ 2 Mai, 2008 : 11:11
    Linda a história da sra. Toshi Hara, um exemplo de vida que deve ser seguido por todos. Parabéns a família Hara.

  2. Pablo @ 9 Mai, 2008 : 09:45
    aeeeee !!! Eu sou um dos 39 bisnetos !!!

  3. Emilia @ 9 Mai, 2008 : 10:49
    Adorei ver a história da minha vó na Internet. .O meu pai, por ser o filho mais velho, tinha como dever cuidar deles. Assim, tive um contato direto com eles desde de criança. A Batian foi uma pessoa adorável, muito especial, um exemplo de mulher, lembro dela sempre ativa. Cuidou da casa e cozinhou até os 100 anos. Das muitas coisas que aprendi com ela, a lembrança mais bonita que tenho é que foi ela que me ensinou a rezar, agradecer sempre a Deus pela comida do dia. Todos os dias ela rezava junto ao “ Hotokesan ”. Tive a honra e o privilegio de ter convivido com os meus avós. Emilia

  4. Marinez @ 9 Mai, 2008 : 18:33
    ti!! muito legal!!! adorei!!!! eu tb faco parte da familia!!!! eehhhhh!!!

  5. Débora @ 9 Mai, 2008 : 19:51
    E eu sou uma bisneta também! Sinto falta dela...

  6. carla @ 9 Mai, 2008 : 20:59
    sou uma....uma....semiparente, como disse a dé. A história é realmente muito linda. Tive o prazer de presenciar a existência dessa notável mulher. _

  7. Rita Volcov @ 15 Mai, 2008 : 16:28
    Sou amiga da família Hara...A Batian era um grande exemplo de simplicidade, sabedoria, respeito e valorização à vida !

  8. Caroline Hara @ 15 Mai, 2008 : 20:08
    sera q posso ter algum parentesco com toshi Hara

  9. Mayumi Terasawa @ 16 Mai, 2008 : 06:53
    Sou amiga da Regina Hara. Trabalhamos na mesma empresa por anos. Hoje, estou morando e trabalhando em Tokyo. Acabei fazendo caminho inverso dos meus pais. Por indicacao da Regina, visitei esta pagina. Mas que historia linda e comovente... Definitivamente, a historia da familia Hara me fez sentir muito orgulho por ser descendente de japoneses. Parabens!! "Toshi-obatian, hontou ni yoku gambarimashita. Otsukaresama-desu!"

  10. Camila Silva @ 16 Mai, 2008 : 10:15
    Linda reportagem ! Sou amiga da neta Regina Hara, que é muito querida! Tive o privilégio de acompanhar detalhes dos últimos anos da ilustre Toshi Hara, contado pela Regina sempre com muita alegria, muito amor e dignidade de quem viveu a vida em plena harmonia. É um grande aprendizado ! Parabéns !

  11. MARIA JOSE @ 16 Mai, 2008 : 13:26
    ADOREI REPORTAGEM. PARABÉNS! Para todos da sua família, mais principalmente para sua mãe e seu pai que são pessoas especiais. Mari

  12. Mitiko @ 16 Mai, 2008 : 15:09
    Oiiiiiiiiii... eu tbm sou parte da familyyyy, meio distante mais faço parte..rsrs. tbm tive o privilegio d conhecê-la... Tiii, que linda historiaaaaaa..... bjoooo

  13. Leonardo @ 17 Mai, 2008 : 17:20
    Ti, muito obrigado pela ação e atitude em colocar a história de uma grande família guerreira e fruto de muita luta. Homenagem mais que merecida a este exemplo de vida que deve ser seguido, uma energia, guardado em nossos corações. Saudades que tenho mas que felizmente tenho a minha batian Sra. Tomiko Hara para suprir, uma pessoa muito importante para a minha vida que é fruto desta ilustre pessoa Hibatian Toshi Hara. Valeu e tenho a satisfação de dizer que faço parte desta família, sendo um pequeno fruto plantado há muito tempo.

  14. Aline hara @ 15 Jun, 2008 : 17:23
    eu sou uma das bisnetas tbm... Tia regina amei a historia e não esperava que ela tinha passado por tudo isso...sinto muita falta dela,naõ gosto muito de passar pela sala da casa da vó e não ver ela sentadinha batendo os dedos no sofá,formando um som até que animadinho,vendo de longe os passarinhos pousando no jardim e assim passava todas as tardes esperando o sol ficar alaranjado, não queria que ela tivesse ido mas eu com 21anos já é dificil imagine 106anos,ser uma Hara é um orgulho imenso, amo ser um a pequena parte da batian.

  15. Mayumi Yaeda @ 7 Jul, 2008 : 16:37
    Sou sobrinha da nora dela,Tia Harue, mas a considerava uma obaachan! e ela me tratava como uma neta. lembro dela sentada na sala de TV contando as historias pra gente...natsukashii nagaiki ganbarimashitane!otsukaresamadeshita... Linda repostagem Ti!!!parabens!!!

  16. Marcos @ 29 Dez, 2010 : 19:11
    Olá tds da familia Hara, tenho uma namorada e seu nome é "Stella Hara" gostaria de saber qual o vínculo dela com essa linda familia, seu pai sumiu e nunca mais deu notícias ele provávelmente deve ser um dos filhos dessa adorável senhora não sei ao certo vou investigar o nome dele pois ela já me disse e eu esquecí, espero que vcs possam me ajudar pois sinto o quanto ela sente por não ter ao menos uma noção de onde o pai dela está. Assim que souber o nome dele espero que possam me ajudar a encontrá-lo, desde já agradeço. Até mais e um Feliz Ano Novo a tds.

Comente



 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados