Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaValeria Mieko Nakamura › Minha história

Valeria Mieko Nakamura

Mogi das Cruzes / São Paulo - Brasil
49 anos, Palestrante

Disciplina e determinação... sempre!!!


Uma das coisas que mais me orgulho de minha origem oriental é a disciplina que herdei. Acho que é algo que já está no nosso sangue.

Sempre fui uma aluna bastante aplicada, e não porque meus pais exigiam, mas por mim. Acreditava, mesmo inconscientemente, que era o mínimo que deveria dar aos meus pais, pois sei que não era fácil, meu pai, operário, minha mãe, dona de casa, ter duas filhas em escola particular, cursando inglês e outros cursos complementares.

Valorizei cada momento dos meus dias de estudante, desde o pré-primário até a universidade, momentos únicos que não voltam. Lembro-me da época do curso técnico, entrava às 7, saia às 12, ia para a educação física, fazia estágio, ainda cursava inglês e japonês... e também computação. Ufa! Chegava em casa em torno de 21 horas, cansada, mas extremamente realizada!

No trabalho, como funcionária, a dedicação sempre foi a mesma e apesar de sempre trabalhar muito, nunca me arrependi, pois isto me ajudou a construir a profissional e a empreendedora que me tornei.

Quando resolvi empreender, vi que a disciplina era fundamental, pois nesse momento, eu faria o meu dia, meus horários e para mim, era como se eu fosse funcionária de mim mesma, nunca esmoreci.

Acredito que essa disciplina e determinação foram o eixo de muitos momentos por que passei e me deram força para continuar a minha longa jornada.


Enviada em: 09/04/2008 | Última modificação: 09/04/2008
 
« Japonesa? Com todo orgulho!! Seminário Empretec para Dekasseguis »

 

Comentários

  1. Daniel Yukito @ 22 Fev, 2008 : 16:50
    Muito linda sua historia de vida, parabens por ter lutado e ter alcançando a vitoria nos seus objetivos.Tudo de bom p/vc e sua familia.

  2. Roger Kayasima @ 25 Fev, 2008 : 11:05
    Valéria Não te conheço pessoalmente, mas como empreteco sei quem você é, pois te vi diversas vezes durante o seminário em janeiro deste ano (2008) em Mogi das Cruzes. Digo que gostei muito de sua história e parabéns pelas suas vitórias.

  3. ADRIANNA ZACCARO @ 8 Abr, 2008 : 11:36
    VALÉRIA, PARABÉNS PELA SUA GARRA ,FORÇA DE VONTADE ,PERSISTÊNCIA,META,OPA SERÁ QUE SOU UMA EMPRETÉCA? SIM E RECENTEMENTE... VC COMO POUCOS CONSEGUIRAM TRANSFORMAR UM DEFEITO EM OPORTUNIDADE E" DEIXAR SEU BRAÇO FRACO TÃO MUSCULOSO QTO O SEU BRAÇO FRACO" VC É UM EXEMPLO PARA MUITOS ,É UMA VITORIOSA,UMA MÃE DA MATA(ESSE É O TERMO QUE USO PARA MULHERES DE FIBRA QUE SE GOSTAM E AMAM O BRASIL),COMO POSSO ENTRAR EM CONTATO COM VC E PRESENTEA-LA COM UMA LINDA BIOJÓIA MÃE DA MATA?VOU ESTAR NO MAM COMEMORANDO 100 ANOS DO JAPÃO. WWW.MAEDAMATA.COM.BR 011-82717744 011-30450698 BJS NO SEU CORAÇÃO

  4. Sílvio Sano @ 9 Abr, 2008 : 13:00
    Prezada Valéria, Você, como muitos de nossos consangüíneos, passou por situações constrangedoras vinculadas às relações interpessoais, bem típicas... nossa, né. Mas, como poucos, você as superou pelo enfrentamento e hoje, até colhe frutos por essa postura. Parabéns. E o seu relato remeteu-me tb a uma situação engraçada (além de constrangedora) que passei na juventude, quando assistia a uma palestra. Inconformado comigo mesmo por nunca participar da maneira devida nessas ocasiões, determinei que nesse dia faria uma pergunta! Levantei a mão e.. ai, ai... o palestrante me atendeu. Fi-la. Glória!! Só que fiquei tão emocionado comigo mesmo... que não ouvi sua resposta! (rs). Mas, assim, aos poucos tb fui superando esses problemas e entender que Jean Cocteau tinha razão ao afirmar que, "não sabendo que era impossível, foi lá e fez!". Não é verdade?

  5. MIchel Bezerra @ 23 Mai, 2008 : 22:28
    Valeria, nem preciso parabenizar pela sua trajetoria de sucesso por vc é realmente demais, mais gostaria de agradecer pela paciencia que teve comigo no ultimo seminario,eu como um cabeça dura, pude ver que tenho muito o que aprender e percorrer minha trajetoria é longa, assim como a sua tambem Fica com Deus e Sucesso cada vez mais minha cara Amiga Empreteca

  6. Monica Loureiro Jorge @ 23 Nov, 2008 : 20:18
    Valéria, tenho pensado muito em fazer o EMPRETEC. Preciso saber se terei que participar de muitas "matérias" em que eu precise fazer cálculos e cálculos, pois tenho um bloqueio muito grande ( AINDA ) em relação a Matemática. Qual a sugestão que voce pode me dar em relação a isso ?

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

» Galeria de fotos

  • Nenhuma foto.

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados