Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaMarcos Aguena › Minha história

Marcos Aguena

São Paulo / SP - Brasil
53 anos, radialista e ator

De Feirante a Humorista...


Sou sansei. Meus avós paternos e maternos vieram de Okinawa, uma pequena ilha ao sul do Japão e desembarcaram no Brasil na década de 20. Nasci em uma família de feirantes na Vila Sônia , Zona Oeste de São Paulo. Desde criança, já sabia o que queria fazer: humor.

Aos nove anos, comecei a ajudar meus pais na feira. Gostava de acordar no meio da madrugada, entrar no Mercedez 1313 do meu pai e ir em rumo às feiras. Cada dia em um lugar diferente. Gostava da feira de domingo na Vila Olímpia. Vendia cerca de 250 a 300 duzias de bananas. Aos quinze,decidi pela carreira artística: me formei como ator infantil na Teatro-Escola Ventoforte. Durante cinco anos fiz animações infantis em várias empresas e buffets. Tenho contabilizado cerca de 2000 festas e eventos. Atuando como palhaço, mágico, fantoche e por outras vezes em peças infantis em escolas. Com bom humor e “cara de pau” nada oriental, sempre chamei atenção pelas imitações.

Me formei em publicidade e propaganda na Faculdade Anhembi-Morumbi e como locutor no Senac. Meu início de carreira na TV, foi em 1989 na TV Manchete (RJ), como ator-dublador do Programa “Cabaré do Barata” de Agildo Ribeiro. No ano seguinte comecei no rádio na Baixada Santista (Guarujá AM e FM).

De lá para cá, tive passagens em dez emissoras de rádios e tv, como redator, produtor, locutor , apresentador e repórter.

Em muitas destas rádios tive o prazer de trabalhar no Programa Rádio Niikey, ao lado de Paulo Miyagui, um grande comunicador e precursor de programas orientais para a comunidade nipo-brasileira. Foi um grande incentivador na minha carreira de rádio.

No Pânico, na Jovem Pan FM, meus personagens de destaque foram Palhaço Carequinha, o Pato , a Múmia, Mestre Fyoda e Carlos Caramujo, o repórter-surdo.

Redigi durante cinco anos a abertura do programa Pânico no rádio. Produzi a pauta dos entrevistados para o programa. Também participei dos quadros “Boi na Linha”, “Tô Maluco”, “Nossa Língua Lulanesa” (imitação do Lula), entre outros.

Ainda na Jovem Pan , produzi e dirigi, por sete anos, o Programa Paulo Jalaska, apresentado por Wellington Muniz, o Ceará do Pânico. Também dirigi os shows, agenciei e fiz assessoria para o Wellington de 1998 a 2003.

Durante essa época fiquei então conhecido como “Japa”, durante os oito anos em que estive no Programa Pânico na Jovem Pan FM e dois anos na Rede TV!

Na Rede TV! fui um dos apresentadores do Programa Pânico na TV, ao lado de Emílio Surita, Bola, Ceará, Mendigo, Sabrina, Carioca e Vinícius.

Na área empresarial, atualmente sou sócio-proprietário da Communicare Produções, empresa especializada em produtos e conteúdo de humor para Rádio, TV e Internet.

Por falar em internet, apresentei um programa de rádio (Galera Fênix) para o Japão, por meio da Rádio Fênix (www.radiofenix.net), que ocupou as primeiras posições entre as web-rádios.

Entre os anos de 1995 a 2002, fui docente na Radioficina, escola profissionalizante de locução. Hoje, minha agenda é preenchida com palestras, apresentações e animações de eventos culturais e empresariais.

Toda essa trajetória eu dedico aos meus avós que se dedicaram dia a dia na lavoura. Trabalhando duro para sustentar os (muitos) filhos. Sete de cada lado. Meu objetivo é um dia, o mais breve possível, conhecer a terra dos meus antepassados. Um mergulho na minha história de vida, para que futuramente possa deixar meu legado para meu tataraneto que estara lendo isso no aniversário do tricentenário da imigração japonesa...

meu site: www.portaldojapa.com.br
meu e-mail: marcosaguena@uol.com.br

escreva-me, ficarei feliz em respondê-lo(a)!!!


Enviada em: 03/01/2008 | Última modificação: 04/01/2008
 

 

Comentários

  1. Yassuda Renato @ 17 Jan, 2008 : 18:29
    Prezado Marco; Parabéns pelo seu depoimento. Apesar de toda a narrativa de sua vida, que admiro por sua dinâmica e força de vontade, gostei muito de sua dedicatória à seus avós, pois como o de nós todos (tanto os avós paternos quanto maternos), se sacrificaram bastante para podermos estar aqui hoje. Da mesma maneira também espero poder ser lembrado pelas minhas gerações futuras (filhos, netos e tataranetos...quem sabe?). Gostei também de ver que temos quase a mesma idade (sou 01 dia mais velho que você). Se puder visite meu perfil também. Ficarei grato e honrado.

  2. marcos @ 24 Jan, 2008 : 00:46
    obrigado yassuda!!! só n achei seu perfil! rsrs qual o link??? domo arigatô!!!!!

  3. Minoru-San @ 19 Fev, 2008 : 14:27
    Grande Japa, admiro seu trabalho e ainda dou muitas risadas lembrando das suas memoráveis piadas no Pânico. Confesso que sou um admirador do Mestre Fyoda e de suas participações na rádio JPfm. Parabéns cara, vc. orgulha muito a nação nipo-brasileira. Continue assim.

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

| mais fotos » Galeria de fotos

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados