Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaYurie Taira › Minha história

Yurie Taira

São Paulo / São Paulo - Brasil
40 anos, ...

Japonês ou dialeto de Okinawa?!?


Meus pais são japoneses, ambos de Okinawa.
Por ser nissei, todos pensam que o meu japonês seja perfeito. Mas a história não é bem essa.

Aos 5 anos já frequentava o Yotien (um pré-prézinho de idioma e cultura japonesa).
Aos 6 para 7 anos, entrei na escolinha para aprender o português.
Mas em casa, a língua era outra... o "utináguchi" (dialeto de okinawa).
Era uma confusão de idiomas. Eu falava algumas palavras em "utinaguchi" e meus professores não entendiam. Meus amiguinhos riam da minha cara. (Tudo bem.. nada como algumas porradas neles para descontar essa raiva. wahahaha)

Existe uma comunidade okinawa aonde vivo. Lá todos falam como meus pais. Misturam o japonês, o dialeto de okinawa e o português em suas conversas.

Com 20 anos tive a oportunidade em morar em Okinawa. Fiquei lá por 6 meses. O engraçado é que meus primos que nasceram lá, desconhecem o dialeto. É usado somente pelas pessoas mais velhas... beeeeem mais velhas.
Minha avó começou a conversar comigo em dialeto e eu a respondia. Meus primos arregalavam os olhos impressionados.
De tão diferente que o dialeto é do japonês, meus primos pensavam que a minha avó falava português comigo.

Impressionante, não?

Hoje, meus pais continuam falando o dialeto misturado com o japonês e português.
E, eu? Vou no embalo deles... "usumashii kutu yasá..."

he he he


Enviada em: 07/11/2007 | Última modificação: 07/11/2007
 

 

Comentários

  1. Tiago Taira @ 10 Jan, 2008 : 23:45
    Fala prima!! Haha... Fui procurar por Taira aqui e encontrei a sua historia, hehehe... Se bem que não foi tão difícil, de Taira só tinha vc, hehe... Muito boa a sua historia, não sabia que vc era de Okinawa... Bom... Só passando pra dar um oi, hehe..

  2. Tiago L. Taira @ 17 Jan, 2008 : 01:31
    Muito legal a história

  3. Yassuda Renato @ 17 Jan, 2008 : 12:43
    Prezada Yurie; Muito boa sua história. Tenho um grande amigo, Yoshinobu Taira, de Bauru-SP. Espero que seja parente seu. Assim como você, ele também é descendente de Okinawa e teve a alegria de visitar seus parentes lá. Me contou da emoção de reencontrar os tios dele lá e também da tristeza que sentiu ao visitar os monumentos referentes aos horrores da II Guerra Mundial. De qualquer forma, a visita lhe trouze um resgate do elo entre os familiares que imigraram para o Brasil e os que lá permaneceram.Um abraço e sucesso em sua vida.

  4. Lucas Kenzo @ 22 Jan, 2008 : 17:24
    Legal a sua história! Acho que isso acontece com quase todos os descendentes de uchinanchus. É como algumas obasans falam com a minha obá: Cha Genki Sadako?! (CHA de Chaganju/ e GENKI de Ogenki desu ka). Abraços..

  5. Ana Paula @ 27 Mar, 2008 : 17:50
    Oiii Yuriee!! Nossa, te encontrei aqui! Não sei se lembra de mim, te conheci na Revi, não sabia que você era uchinanchu, eu tenho um pouquinho, bem pouquinho hahahaha Muito legal sua história, depois entro em contato com você por email! Beeeijo

  6. mario k kimura @ 18 Ago, 2008 : 18:04
    Minhas congratulações ao povo de Okinawa, japoneses de Okinawa, bravos da ilha, os mais esforçados para manter a tradição e cultura japonesa, além de manter a cultura propria de Okinawa. Meus ascendentes são de Hiroshima e Kumamoto e nissei igual a você e nem escola japonesa frequentei. Que vergonha, deveriamos espelhar em japoneses de Okinawa e esforçar um pouco mais. Tive muitos amigos descendentes de Okinawa (Yonamine, Oshiro, Kanagusuku, Kanashiro, ...). Até Taira conheci, de Londrina que trabalhava do Banco do Brasil. Não seria seu parente? A minha filha tem sua idade e também de nome Yurie.

  7. RICARDO TAIRA @ 28 Nov, 2008 : 15:24
    OláYuriee, Também sou Taira. Mas minha família é de Kagoshima.Aproveito para pedir a todos os "Tairas" que estiverem lendo esta página, ajuda para pesquisar o paradeiro de um velho tio, de nome HEITAKA ( filho de Zenziro e Ykuchio). Quem souber de algo pode me contatar no e-mail: tairasan@uol.com.br

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

» Galeria de fotos

  • Nenhuma foto.

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados