Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaSimone Mitsue Yoshino › Minha história

Simone Mitsue Yoshino

São Paulo / São Paulo - Brasil
46 anos, Jornalista

Dekassegui


Com 16 anos fui para o Japão.
Com a idéia de resgatar minhas origens porque aqui no Brasil, eu era apenas uma "japonesinha" e nunca tinha o meu nome próprio.
Quando cheguei no Japão, em Saitama-ken descobri que também não era japonesa, e sim, uma "buradiro-jin" ou seja, uma brasileira...rs
Te tanto que falo, dou risada alta e gesticulo.
Foi uma experiência incrível.
Fiquei quase 2 anos e a cada dia que passava lá, era uma descoberta.
A língua não era tão difícil porque cresci com meus pais falando, mas na hora mesmo... eu me sentia um indio falando o português.
Não sei se eu completava todas as frases, mas me virei.
Cresci, aprendi muito, e fiquei bem mais disciplina profissionalmente.
Lá não tem feriados, de "ponte" como temos no Brasil. Lá trabalha-se de segunda a sábado, ou mesmo de segunda a segunda.
Senti que as pessoas são mais frias, eu igualava ao clima do Japão.
Toda a cultura é muito diferente da brasileira.
Quando, nós, descendentes nos reuníamos, era uma festa, brasileiro já fala mais alto, logo convida pra ir em casa e vira festa.
Ainda mais que fui em 1991, quando ainda era começo da inversão da imigração (brasileiros no Japão).
Aprendi também os hábitos deles: karaokê e boliche. Fora muitos piqueniques e passeios pelas montanhas.
As caminhadas de bicicleta, tudo é muito mais natural. Trabalhar de bicicleta é a melhor coisa, você inicial o dia ao ar livre.
Fora os lixos, de lá... que tudo de bom, bicicletas e eletrodomésticos de penúltima geração, porque da última é o que eles compraram...rs
Sempre gostei de tirar fotos, mas no Japão essa minha vocação triplicou, é tudo muito lindo e as máquinas de última geração, isso porque na época não era a digital.
Foi uma experiência maravilhosa, valeu conhecer a Terra do Sol nascente, mas não abro mão de viver no Brasil.
Nasci aqui e cresci com os nossos costumes de liberdade.
Lá as mulheres têm limites, têm muitas regras e costumes a seguir.
Sou muito feliz, por ser neta, e ter tido a oportunidade de conhecer o Japão. Sentir o cheiro do oriente e ser lá, uma "estrangeira"... rs
Parabéns a todos os orientais, pelo Centenário da Imigração Japonesa, essa união Brasil x Japão é valiosa.


Enviada em: 24/01/2008 | Última modificação: 24/01/2008
 

 

Comentários

  1. sussumo @ 28 Jan, 2008 : 12:06
    ?????????????????

  2. YARA UEDA @ 28 Jan, 2008 : 22:19
    SIMONE, GOSTEI MUITO DE SUA HISTORIA SOBRE SUA VIDA DE DEKASSEGUI, ALEM DE SIMPLES MUITOS COMENTÁRIOS SOBRE O SEU DIA A DIA. PARABÉNS PARA VC DE NÃO VOLTAR PARA O BRASIL COMO MUITOS OUTROS RECLAMANDO PELA VIDA QUE LEVOU LÁ. SEI QUE VC DEVE TER PASSADO POR MOMENTOS DE ANGUSTIA, TRISTEZAS E SAUDADES MAS PEGOU O LADO BOM DE TUDO ISSO E SEI QUE DEPOIS QUE VOLTOU PARA O BRASIL DEVE TER COLOCADO TODO SEU APRENDIZADO EM SUA VIDA PROFISSIONAL. UM ABRAÇO YARA UEDA

  3. Thaís @ 30 Jan, 2008 : 19:13
    Que lindo ler mais sobre vc no "nosso" nihon...rs

  4. Débora Almeida @ 27 Ago, 2008 : 14:17
    Si, que show, muito legal sua história, como vc eu também amo tirar foto ... Parabéns... porque sua alegria é contagiante... Sucesso Débora

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

» Galeria de fotos

  • Nenhuma foto.

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados