Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaRuy Ohtake › Minha história

Ruy Ohtake

São Paulo / SP - Brasil
82 anos, arquiteto

O tradicional almoço de família aos domingos


Há 30 anos, almoçamos todos os domingos na casa da minha mãe. Nós nos reunimos por volta de 13h, depois vamos emendando um café, outro, até escurecer. A Tomie não gosta que ninguém vá embora antes disso. Quando os meus filhos eram adolescentes, imagino que esses encontros eram um pouco aborrecidos. Hoje eles gostam muito, fazem questão de ir. Nessas horas é que saem questões sobre os familiares e sua adaptação ao Brasil. (Assista ao vídeo em que Ruy conta mais detalhes sobre os almoços de domingo).

Não sei exatamente qual o componente da cultura japonesa e da cultura brasileira na minha vida. Cada nissei é uma mistura. Meu irmão e eu, por exemplo, apesar de criados da mesma forma, com a mesma convivência familiar, somos muito diferentes. Eu casei três vezes e nenhum deles foi com nisseis porque minha convivência maior é com não-descendentes de japoneses. Apenas 5% dos projetos que fiz foram para a comunidade japonesa. Em dois casamentos tive filhos: Rodrigo e Elisa. A Elisa tem cara de mestiça. Passou um verão no Japão para estudar butô, como parte de sua formação artística. Já o Rodrigo é mais aberto à cultura japonesa, mas seus hábitos são totalmente brasileiros.

Depoimento à jornalista Juliana Almeida
Fotos: Carlos Villalba e arquivo pessoal de Ruy Ohtake e Tomie Ohtake
Vídeos e áudios: Estilingue Filmes


Enviada em: 09/04/2008 | Última modificação: 09/04/2008
 
« A primeira viagem de Ruy ao Japão A convivência com diversas culturas em São Paulo »

 

Comentários

  1. Arivaldo de Jesus Silva @ 10 Abr, 2008 : 19:30
    Gostei muito da História da Família Othake e talvez seja semelhante a milhares de Histórias de outras Famílias oriundas de outros países. Fico feliz em saber que milhares de pessoas se abrigaraam em meu país e o adotaram como sua Pátria. Que sejam bem vindos todos os estrangeiros que amam o meu Brasil. Arivaldo.

  2. Karine Menezes @ 27 Mai, 2008 : 19:03
    Achei muitao bom o fato de como contaram.PARABÉNS!

  3. Rita de Cássia Arruda @ 10 Jun, 2008 : 10:30
    Prezado Ruy: A família Ohtake é motivo de orgulho não apenas para a comunidade nipônica mas igualmente para os demais brasileiros, pela relevância das obras de sua mãe, Tomie, as suas e as de seu irmão Ricardo. Meus amigos estrangeiros da Internet sempre citam o nome de Niemeyer, quando descobrem que resido em Brasília, mas lembram também o seu, como referência da arquitetura mundial. Sinto-me orgulhosíssima dessa nossa “grife” famosa de arquitetos. Seus depoimentos, deixados aqui, são realmente interessantes: o modo como Tomie acabou vindo morar no Brasil, a maneira como educou os filhos (jamais reprimindo a integração com os gajins), seu contato, Ruy, com a cultura japonesa e, ainda, o belo trabalho social que desenvolve junto à comunidade da favela de Heliópolis, em São Paulo. Parabéns pelos relatos e obrigada por compartilhar conosco sua história.

  4. Issao Minami @ 7 Ago, 2008 : 19:09
    Parabéns, Ruy. História de vida vibrante, emocionante e improtante. João Carlos Cauduro sempre me fala de voce e dos tempos da FAU e da viagem que voces fizeram para Brasília de jipe... Orgulho-me de ser colega seu arquiteto, pois, você encarma a verdadeira alma niponica de nossos mestres como Tadao Ando. Issao Minami labim@usp.br

  5. japa pobre @ 25 Set, 2008 : 02:44
    sou fã dele

  6. Bernadete Ribeiro @ 15 Dez, 2008 : 10:45
    Sou professora de uma escola da rede estadual de ensino e desde o ano passado estavamos trabalhando com o Projeto da Imigração Japonesa e esse ano concluimos o trabalho e temos trabalhos com obras da Tomie Otake e gostariamos de enviar mostra de trabalhos confecionados por nossos alunos para ela pois aprendemos muito com suas obras e bibliografia. Meu email para correspondencia é: bernadete.ribeiro@uol.com.br

  7. alex @ 16 Jun, 2009 : 08:54
    é muito interesante as obras de tomei ohtake

  8. marbele de guariba sp @ 16 Nov, 2011 : 09:48
    é muito legal as obras de tomie ohtake e eu estou pesquisando suas obras para trabalhar na miha escola..beijos

Comente



 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados