Olá, faça o Login ou Cadastre-se

  Conte sua históriaTiemi Yamashita › Minha história

Tiemi Yamashita

São Paulo / SP - Brasil
46 anos, Educadora

A gratidão por ser descendente


Eu tive a sorte de conviver toda a infância com meus avós, lembro-me do avô (Odityan)todos na rua o chamavam de "Seu Mashita"ele falava pouco português, o que dificultava nosso relacionamento. Mesmo assim eu ficava sempre perto dele, lembro que ele lia o jornal todos os dias "São Paulo Shimbum" gostava de filme de BANG e BANG que passava no canal 7.Falava só em japonês e não entendia nada do que eu falava, dizia que eu falava muito rápido, tinha um sorriso largo e às vezes ficava olhando pela janela do quarto, contemplando o infinito, como quem busca um lugar longe de onde ele veio.
Já a minha avó (Obatyan) aprendeu a falar e escrever o português, era alegre gostava de fazer farra com os netos, nos ensinou a escrever e ler japonês, fazia comidas maravilhosas! Ela nos contava sobre como era o Japão, descrevia as montanhas as laranjeiras e as plantações de arroz. Gostava de contar as lendas do Japão, dançar e tocar shamissem. Era baixinha gordinha, sempre sorridente, conhecida como Dona Maria.
Graças a coragem a determinação deles nós podemos desfrutar de tudo o que temos hoje, principalmente do respeito que eles conquistaram desde que chegaram aqui.
Por isso, neste ano vou me dedicar em divulgar a nossa cultura, como contadora de histórias, preparei um repertório com lendas japonesas para crianças e adultos.
Essa é a forma que encontrei para homenagear e demosntrar minha gratidão aos meus antepassados.


Enviada em: 02/01/2008 | Última modificação: 02/01/2008
 
« A gratidão por ser descendente

 

Comentários

  1. Vivian @ 3 Jan, 2008 : 00:08
    Fiquei muito emocionada ao ler essa história, mesmo porque, também fiz parte dela. Dei muitas risadas ao lembrar do "Seu Machita" e da "Dona Maria"... Que saudades!!! Minha irmã só esqueceu de dizer que a Batchan também jogava basquete, ping-pong e dançava Makarena.. rs... Também que o Ditchan adorava um pé de limão que ficava naquela mesma janela para onde ele tanto olhava, e que justamente por olhar tanto acabava sempre pegando os netos caçando os limões para brincar... Era nesse momento que ele gritava Kora!!!! e corria atrás da gente rs... Di e Bá... Amo muito vocês!!!!

  2. THIAGO @ 29 Out, 2010 : 23:46
    Tiemi Yamashita VC É LINDA ME PASSA TEU ORKUT SE TIVER E FOR SOLTEIRA?MEU E-MAIL É thiagoajesus@bol.com.br e meu telefone é 69370130

  3. THIAGO @ 29 Out, 2010 : 23:49
    Tiemi Yamashita ah se quiser add eu em meu orkut amo o povo japonês>>> thiagoromantico@bol.com.br ou thiagosabaothi@bol.com.br

  4. THIAGO @ 30 Out, 2010 : 23:15
    olá ? te respondi o e-mail espero q me responda o + breve possível tbm se quiser me conhecer vc tem meu e-mail e orkuts e telefone , bom Tiemi , vou dormir meu anjo pq eu não sei o q acontece eu estou com muito sono só hoje eu acordei 6 da noite 1 dia e meio dormindo hahaha isso tem uma explicação , eu acordo muito cedo as 4 da manhã para trabalhar e estudar + enfim aguardo sua resposta por favor começa vc em mim uma linda amizade , eu gostei muito de vc!!!!!! bjos///THIAGO///(att)

  5. THIAGO @ 30 Out, 2010 : 23:17
    AH ESQUECI DE TE PERGUNTAR?, VC É SOLTEIRA?

  6. THIAGO @ 5 Nov, 2010 : 05:34
    ñ me respondeu mesmo né?

Comente



Todo mundo tem uma história para contar. Cadastre-se e conte a sua. Crie a árvore genealógica da sua família.

Árvore genealógica

Nenhuma árvore.

Histórias

Vídeos

  • Nenhum vídeo.

» Galeria de fotos

  • Nenhuma foto.

Áudios

  • Nenhum áudio.
 

Conheça mais histórias

mais perfis » Com o mesmo sobrenome

mais perfis » Com a mesma Província de origem

 

 

As opiniões emitidas nesta página são de responsabilidade do participante e não refletem necessariamente a opinião da Editora Abril


 
Este projeto tem a parceria da Associação para a Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil

Sobre o Projeto | Cadastro | Fale Conosco | Divulgação |Termo de uso | Política de privacidade | Associação | Expediente Copyright © 2007/08/09 MHIJB - Todos os direitos reservados